Receba os novos posts pelo seu e-mail

quinta-feira, 14 de julho de 2016

21. Brasil continua na mesma sinuca de bico!


No dia  1º de abril de 2014, ano da reeleição da Dilma, postei matéria  no meu  outro blog com o título "Brasil está na sinuca de bico", onde fiz comentário contundente sobre o equívoco da política econômica do governo Dilma. Referia-me à política econômica do então ministro da Fazenda Guido Mantega e do presidente do Banco Central Alexandre Tombini. Hoje, o País se encontra na situação semelhante. 

Desmentia eu, a afirmação da presidente Dilma de que o País estava indo de vento em popa. Dizia eu que, ao contrário, o País estava mais parando do que andando. Infelizmente, eu estava com a razão. O País fechou o ano de 2014 com pífio PIB de 0,1%, o PIB de 2015 com retração de 3,8% e o PIB deste ano próximo de 3,5%. Confirmou a minha expectativa da época de "quase parando" do que a afirmação da Dilma "de vento em popa". 

Curiosamente, eu disse naquela matéria de que o Brasil importava desde feijão preto a tomate para industrialização da China. Dizia ainda, há mais de 2 anos, de o País estava a carecer de importação de produtos primários como as mais básicas para atender a demanda interna. Afirmara eu à época de que o fato estava ocorrendo por conta do dólar baixo (real valorizado). Afirmei à época que a política cambial estava equivocada. 

Na mesma matéria, eu disse que a taxa Selic de 11% (em abril de 2014) atendia muito mais a estratégia do Banco Central em atrair capital estrangeiro especulativo do que tentativa de segurar a inflação. Disse ainda, que a taxa Selic não é remédio para a inflação, mas o termômetro da falta de credibilidade do País. Isto vem ocorrendo como cena "dejà vu".

Decorrido mais de dois anos, temos um presidente da República que critica o equívoco da política econômica da antecessora. Temer reclama da Dilma de ter levado o País à crise econômica. Realmente, Dilma foi a responsável pelos equívocos cometidos na política econômica e na política monetária. No entanto, a equipe econômica comandada pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles e pelo presidente do Banco Central Ilan Goldfajn, conduzem a economia do País, exatamente, com os mesmos equívocos apontados por mim, no governo Dilma.

A equipe econômica do presidente Temer quer controlar a inflação com a taxa básica de juros Selic, como dantes. A equipe econômica do presidente Temer, quer manter dólar baixo (real desvalorizado), para dar a falsa sensação de poder de compra da população, penalizando o setor produtivo. A política econômica e a política monetária hoje são as mesmas de antes, com ônus recaindo ao contribuinte. 

Presidente Temer afirma que a crise econômica do País é psicológica, tal qual dizia Dilma que o País estava de vento em popa, diante da grave crise. O contribuinte de hoje, continua sendo o mesmo "burro de carga" de dantes, só mudou mesmo de dono do curral.

Brasil continua na mesma sinuca de bico!

Ossami Sakamori


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espaço reservado para expressão de livre pensamento, desde que obedecidas as boas regras de civilidade. Não permitimos o uso de palavras incompatíveis com o propósito deste blog.