Receba os novos posts pelo seu e-mail

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

32. Economia do País continua caindo.

Crédito da imagem: Estadão
A economia continua em queda. As montadoras de veículos terminaram o mês de julho com o menor nível de produção para o mês de julho desde 2004. Segundo a Anfavea - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, no acumulado do ano até o mês de julho, foram produzidos 1.205,410 unidades.

O recuo do ano foi de 20,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Ontem, os funcionários da fábrica de Mercedes Benz em São Bernardo do Campo paralisaram as atividades nesta quinta-feira. A montadora, segundo a grande imprensa, conta com excedente de 1.870 funcionários, que serão cortados do quadro.

Ontem, o Banco Central, divulgou o saque de R$ 1,11 bilhão da poupança. Nos primeiros sete meses deste ano, a fuga de investimentos em caderneta de poupança chegou a       R$ 43,72 bilhões. O resultado é o pior da série histórica iniciada em 1995. O recuo em relação ao mesmo período de ano passado foi de 6,6%. De acordo com o Banco Central, o estoque de caderneta de poupança está em R$ 641,29 bilhões, já considerando o rendimento do mês de julho.

A tão esperada retomada crescimento parece não ter chegado no fundo do poço, ainda. Os investidores diretos continuam inibidos diante do quadro apresentado. 

Recomendo a leitura do e-book:  Brasil tem futuro?

Só há uma maneira de sair da grave crise econômica como que estamos vivenciando, uma atitude mais afirmativa da equipe econômica na política cambial e  na política de juros. Continuamos insistindo em apresentar uma outra visão sobre o futuro do País. 

Com Meirelles no comando da economia, não vamos a lugar nenhum.  

Ossami Sakamori

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espaço reservado para expressão de livre pensamento, desde que obedecidas as boas regras de civilidade. Não permitimos o uso de palavras incompatíveis com o propósito deste blog.