Receba os novos posts pelo seu e-mail

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

65. A pinguela do Temer para o futuro!

Crédito da imagem: Gazeta do Povo

O tão esperado "pacote de incentivo ao crescimento econômico" do governo Temer, anunciado ontem, não passa de um corolário de boas intenções. Objetivamente, nenhuma das medidas anunciadas entra em vigor à partir de hoje. Tudo depende de medias legais cabíveis, que o governo Temer diz pretender implementar nos próximos meses. 

As medidas anunciadas, se implementadas, resolvem as inadimplências de alguns dos setores produtivos, de tributos e contribuições junto à Receita Federal. Resolvem, também, a inadimplência das pequenas e médias empresas junto ao BNDES. O governo Temer, pretende arrecadar cerca de R$ 10 bilhões com o programa Refis anunciado. Resta saber que, à essa altura, tem alguma empresa em condições de requerer o enquadramento aos programas anunciados. 

O ponto polêmico é liberação da parte do FGTS para pagamento de dívidas vencidas, por parte dos depositantes. Em tese, com o pagamento de dívidas vencidas, cria-se novamente a possibilidade de os atuais inadimplentes entrar no mercado de consumo, criando dívidas novas. A medida depende da edição de Medida Provisória ou através de Projeto de Lei, ambos sujeitos à aprovação pelo Congresso Nacional.

Outra medida que foi alardeado como medida de estímulo à criação de emprego pelo governo Temer, se refere à possibilidade pelas instituições financeiras de emitir títulos próprios para financiar a construção civil. Vamos lembrar que o setor de construção civil está paralisado não pela falta de financiamentos, mas por falta de demanda de imóveis prontos. O setor imobiliário está no chão, por falta de compradores para unidades prontas ou quase prontas, não pela falta de financiamentos. 

As medidas anunciadas pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles, não são nenhuns gatilhos para o crescimento do País. As medidas não passam de boas intenções do que de estímulo ao crescimento. O governo Temer continua vendendo "ilusões" para a população. 

A "ponte" para o futuro do Temer continua sendo a "pinguela" para o pantanal de incerteza. 

Ossami Sakamori



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espaço reservado para expressão de livre pensamento, desde que obedecidas as boas regras de civilidade. Não permitimos o uso de palavras incompatíveis com o propósito deste blog.